notícias

Julho Amarelo - Mês de Conscientização do Câncer Ósseo

Julho Amarelo - Mês de Conscientização do Câncer Ósseo
24 de julho de 2019 ● Saúde

De acordo com dados do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia Jamil Haddad (Into), o tumor ósseo representa 1% das patologias oncológicas no Brasil e 10% dos pacientes com câncer acabam apresentando metástase óssea. O Julho Amarelo foi escolhido para conscientizar a população sobre o câncer nos ossos e a importância do diagnóstico precoce para um tratamento mais eficaz.

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito por exames de imagem e por exame anatomopatológico, que consiste na avaliação macro e microscópica de células e tecidos de biópsia realizada por um médico. Para alguns tumores benignos, um exame de Raio-X é suficiente para o diagnóstico. Já nos tumores mais agressivos, a realização de biópsia óssea é essencial. Além de exames de tomografia, ressonância magnética e cintilografia óssea.

Classificação

Os tumores podem ser divididos em primários, que surgem no próprio osso e não tem nenhuma causa existente, ou pode ser um tumor secundário a outra doença, nesse caso os tumores metastáticos.

Sintomas e Tratamento

Os principais sintomas são dor e aumento de volume local afetado. No caso de tumores malignos, o crescimento é mais rápido e o aumento de volume local ocorre em menos de 3 meses. Os tumores benignos possuem uma sintomatologia mais silenciosa, ou ainda, existem tumores ósseos benignos que são silenciosos e não causam sintomas, sendo descobertos somente quando o paciente realiza algum exame de imagem.

Fonte: www.into.saude.gov.br/




COMPARTILHE:

» leia também